Thursday, January 31, 2008

E os jurados lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá...

Há muitos anos, quando a fauna televisiva ainda era inocente e pitoresca aos domingos, um corpo de juízes formado por homens e mulheres tinha o poder máximo. Cabia a eles dizer se a criatura postada no centro do palco brega havia interpretado a canção com qualidade. Tudo que aqueles calouros mais queriam ouvir era o "prim, próm" aumentando o prêmio! Mas, para isso, precisavam convencer senhoras mau-humoras e velhotes excêntricos.
Logo nos primeiros acordes de hits como "Asa Branca" ou "Morena de Angola" já dava para saber se os tipos seriam "gongados" ou poderiam ouvir o veredicto desse júri muito louco. Os procedimentos de "fala seu nome, minha filha" e "vai cantar o quê?" aconteciam do mesmo jeito no Bolinha, no Chacrinha e até no Japan Pop Show. Nenhum, porém, se comparava ao "Show de Calouros" do patrão Silvio Santos.
Cada um tinha seu papel a encarnar, por isso fica tão difícil esquecer as figuras. Posso ranquear os que mais ficaram impressos na minha memória? Lá vai, então. Roque, anota aí.

10) Plácido Manaia Nunes
Esse senhor era jurado do Troféu Imprensa – e apareceu no "Show de Calouros" apenas como substituto. Acho que só era convidado porque… droga, foi ele quem inventou "o prêmio máximo da tv"! Seria rude ignorar o tio com cara de mordomo de castelo mal-assombrado.

9) Sônia Lima
Estava no esquema mais para "enfeitar a mesa" e balancear a acidez dos demais jurados. Seo Silvio sempre ressaltava que ela tinha sido miss… ou modelo… ou sei lá o quê. Mas vai ver a Sônia nunca teve uma profissão sólida, daí ter sido destacada para palpitar no talento alheio.

8) Wagner Montes
Esse sim era um tremendo artista! Lembram quando ele cantava "Colombo descobriu a América/ E eu descobri você"? Poesia pura, não? Daí alguém achou que o moço poderia ser o galã do júri, e lá ele ficou (ao lado da esposa Sônia) por muitos anos.

7) Flor
Todo grupo humano precisa ter uma tapada amável, né? Essa era a Flor, a garota com jeito de ajudante de palco, cheia de curvas e roupas com muito paetê e pouco pano. Cabia a ela ser docinha com os participantes – e fazê-los crer que a desafinada-monstra não foi tão ruim.

6) Cinira Arruda
Também compunha mais o Troféu Imprensa que o "Show de Calouros". Mas como deixar de fora de uma lista de jurados a mulher com o maior calo vocal de toda a história da tv? Um dia ainda quero perguntar para a rouca e fofa Cinira se ela pintava o cabelo com Suvinil.

5) Elke Maravilha
Quem mais usava anelões do tamanho de abacates e penachos de urubu na cabeça? Quem se vestia com pele de cobra e, apesar da aparência, era dona da maior simpatia do mundo? Elke não podia faltar em nenhum corpo de jurados, pois sua função era dar o tom exótico.

4) Pedro de Lara
Já ao Pedrão cabia o papel de ser… um mala. Com o estilão de tio velho e malucão – carregando lírios de defunto e cabelo desgrenhado –, ele até nos fez esquecer que, um dia, já tinha sido o Salsi Fufú. Eu tinha medo do Pedro, ele parecia bravo de verdade.

3) Serginho Mallandro
Fala: aquele sujeito não tinha manias de quem injetava substâncias fortes? Subia na mesa, fazia glu-glu para a câmera, bolinava o seo Silvio, mexia com as garotas… O Pedro de Lara podia odiá-lo de verdade. Também, que saco era aturar os indefectíveis "HÁ!" de Serginho.

2) Décio Piccinini
Era um dos meus prediletos. Espero que o Décio tenha recebido muito bem para ser jurado, porque ninguém se empolgava tanto com um jingle de remédio para cólica (os donos do Atroveram devem muito a ele). Além do mais, era sensacional ver o cara enfiar papéis no ouvindo quando o calouro era ruim a beça. Um showman.

1) Aracy de Almeida
Mas em todos os anos de jurados televisivos, ninguém foi tão marcante quanto uma ex-Diva do Rádio. Ninguém esquece dessa senhora apertando loucamente a campainha para expulsar o cantor ruim ou, ao gostar do calouro, dar "déis paus pro matusquela". Dizem que a Aracy cantava superbem, mas eu só me lembro da cara de azeda, do mau-humor e de como ela era uma peste com os candidatos. Ô saudade… os domingos não são os mesmos sem a Aracy.


(texto direto da "meninasquedizemni")

3 comments:

Anonymous said...

Mauro ou Cíntia...Voces esqueceram de uma figura do calouros, acho até que anterior a Dona araci (bem, voces não esqueceram, na verdade acho que voces nem conheceram) pois eu tinha uns oito anos quando o José Fernandes (o nome do distinto) fazia parte do juri e faleceu...Se não me engano a Araci substituiu a ele.
A característica principal dele é que ele não sorria NUNCA.Por aí voces imaginam como ele era bonzinho com os calouros..Como a Araci ele só dava zero.
E tinha um outro que era um advogado chamado Clécius Ribeiro, que toda vezx que ele falava ele tirava e punha o óculos....
Cultura inútil de coroa...Beijos

cintia said...

Na verdade falta um monte de calouros nessa lista do garotas que dizem ni... ela só listou aqueles que mais marcaram mesmo. Os que vc falou (é vc Silvana? saiu como anônimo)foram lembrados ontem pela minha mãe ou pai... é bem engraçado, demos muita risada lembrando daquelas figuras entrando no show, como super astros... bem engraçado! Beijos

Silvana said...

Eu sou analfabeta de pai mãe e parteira nesse lance de internet...sou eu sim, prima.
Como voces estão?
E o nenem/
Minha mãe mandou um beijo9 e abraços bem apertados pra voces todos....
Silvana